radiografia dos dentes

Por que o dentista pede radiografia dos dentes?

Tempo de leitura 3 min

A radiografia dos dentes é um recurso importante no qual, o dentista utiliza para avaliar problemas internos na estrutura dentária que, frequentemente, são causadores dos danos visualizados externamente.

No entanto, é preciso ter muita cautela durante o exame, principalmente em relação aos movimentos da boca, pois pode comprometer a imagem e gerar a necessidade de repetir o procedimento radiográfico.

Quer entender melhor porque o dentista pede radiografia dos dentes? Então, fique por aqui e descubra!

Afinal, pra que serve a radiografia dos dentes?

Uma anamnese odontológica completa deve começar pela avaliação visual dos dentes, da presença de tártaro ou cáries e da mordida. Porém, essa é uma análise externa. A radiografia serve para analisar as estruturas ósseas que compõem o dente, a raiz e todos os aspectos que podem influenciar na saúde bucal.

O dentista também pede radiografia para fazer o acompanhamento de um tratamento dentário, principalmente em casos de cirurgias para colocação de implantes e extrações.

Quais situações o dentista pedirá a radiografia?

Uma arcada dentária perfeita é aquela em que os dentes estão alinhados, sem a presença de cárie e outros problemas na estrutura, além de estar com a higienização completa em dia.

Acontece que, nem sempre a saúde bucal está em boas condições e, muitas vezes, necessita de grandes reparos, como o uso de aparelho ortodôntico, tratamento de canal, entre outros.

Nesse sentido, para identificar internamente um problema ou acompanhar a evolução do tratamento já iniciado, o dentista pedirá a radiografia, e fará um histórico das imagens, conforme a necessidade. Assim, poderá tomar decisões de forma mais embasada.

Quais são os principais tipos de radiografia?

A radiografia é uma processo que emite ondas eletromagnéticas para gerar uma imagem em duas dimensões, sendo possível captar massas mais densas, como órgãos e principalmente ossos. Com a radiografia dental, é possível visualizar além dos dentes, ou seja, a gengiva e ossos, trazendo a imagem de interesse para o dentista.

Os principais tipos de radiografia dos dentes variam conforme a localização e a indicação. Entre elas, podemos citar a periapical, interproximal, panorâmica e oclusal, sendo que cada uma apresenta características diferentes.

Radiografia periapical: fornece detalhes de um dente ou uma região, porém, capta as imagens que vão desde a parte superior do dente até o osso, e serve para diagnosticar cáries e lesões próximo do topo do dente.

Radiografia interproximal: é possível obter uma visualização das arcadas inferior e superior, sendo indicada para avaliar como os dentes estão se tocando durante a mordida além de evidenciar a presença de cáries.

Radiografia panorâmica: é indicada para obter uma imagem completa pois inclui dente, mandíbula, área nasal, seios nasais, articulações da mandíbula além da estrutura de todos os dentes.

Radiografia oclusal: que facilita a visualização do assoalho da boca e serve para identificar dentes que antes estão inclusos ou a presença de dente supranumerário na arcada de um paciente.

Perceba então, que a radiografia dental é uma importante ferramenta que auxilia o dentista no diagnóstico dos problemas encontrados. Trata-se de uma técnica indolor e que possui diversas indicações, de acordo com o problema a ser analisado.

A partir dessa avaliação e do conhecimento do dentista, outras decisões serão tomadas para obter o sorriso perfeito e, claro, manter a saúde bucal em dia.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Então, compartilhe nas suas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.